Pesquisadores Inovam para Expandir Opções de Antivirais Orais para COVID-19

Pesquisadores Inovam para Expandir Opções de Antivirais Orais para COVID-19

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Alberta está dedicada a melhorar a acessibilidade de medicamentos antivirais orais para COVID-19. Atualmente, o único antiviral administrado por via oral aprovado para COVID-19 é o Paxlovid da Pfizer, que utiliza um potencializador metabólico para prolongar a eficácia da droga no corpo. No entanto, essa abordagem limita seu uso para indivíduos que necessitam de outros medicamentos, especificamente pacientes imunocomprometidos ou aqueles com condições crônicas. Para superar essa limitação, os pesquisadores embarcaram em uma missão para desenvolver antivirais de segunda geração que possam ser consumidos com segurança junto com outros medicamentos.

Utilizando o Canadian Light Source (CLS) na Universidade de Saskatchewan, a equipe de pesquisa, liderada pela professora Joanne Lemieux, analisou detalhadamente a estrutura molecular do Paxlovid. Essa análise permitiu a identificação de áreas do medicamento que poderiam ser modificadas. Com essas informações, a equipe se concentrou em modificar uma área específica da molécula do medicamento ativo, eliminando a necessidade de um potencializador separado. Esse avanço poderia ampliar o espectro de indivíduos que podem tratar com segurança e eficácia suas infecções por COVID-19.

A inovação dessa pesquisa reside em sua capacidade de aumentar a potência do medicamento antiviral ao mesmo tempo que aborda suas limitações. Ao modificar a molécula do medicamento, os pesquisadores expandiram as possíveis aplicações do medicamento além de suas restrições existentes. Essa descoberta pode beneficiar significativamente populações que anteriormente não conseguiam acessar essa opção de tratamento devido a seus regimes medicamentosos.

Com base em seu sucesso, a professora Lemieux e seus colegas continuam seu trabalho no desenvolvimento de novos medicamentos antivirais para combater uma variedade de vírus, incluindo vírus respiratórios além do COVID-19. A utilização da instalação de sincrotron CLS tem sido e continua sendo crucial em suas pesquisas, permitindo que a equipe faça avanços significativos no campo da descoberta de medicamentos antivirais.

Enquanto o mundo lida com ameaças virais contínuas, a inovação no campo de medicamentos antivirais desempenha um papel fundamental na proteção da saúde pública. A dedicação de pesquisadores como a professora Lemieux e sua equipe na Universidade de Alberta está abrindo caminho para tratamentos mais acessíveis e eficazes não apenas contra o COVID-19, mas também contra futuros vírus emergentes. Seus esforços destacam a importância da colaboração, tecnologia avançada e do compromisso em fornecer soluções que beneficiem populações diversas.

FAQ

All Rights Reserved 2021
| .
Privacy policy
Contact