The Impact of Menstrual Cycles on Mental Health: Exploring Risk Factors

O Impacto dos Ciclos Menstruais na Saúde Mental: Explorando os Fatores de Risco

Um estudo recente da Universidade de Illinois Chicago trouxe à luz a influência dos ciclos menstruais no risco diário de suicídio. Embora seja há muito reconhecido que as mudanças hormonais durante o ciclo menstrual podem afetar o humor, essa pesquisa explora mais a fundo a correlação entre ideação suicida e o ciclo menstrual.

Em vez de se basear em anedotas individuais, o estudo conduzido pela psicóloga clínica Jaclyn Ross e pelo estudante de doutorado Jordan Barone buscou estabelecer evidências concretas em relação ao momento dos pensamentos e comportamentos suicidas durante o ciclo menstrual. Os resultados revelaram que tanto a ideação suicida quanto o planejamento atingiram o ápice nos dias anteriores e nos primeiros dias de sangramento menstrual.

Contrariando a crença popular, o estudo não atribuiu essas flutuações a níveis hormonais altos ou baixos. Em vez disso, sugere que certas pessoas possuem cérebros especialmente sensíveis a mudanças agudas na progesterona e no estrogênio. Essas flutuações agudas, em vez dos níveis hormonais sustentados, parecem desempenhar um papel fundamental no desencadeamento dessas emoções.

Compreender esses perfis de risco individuais é crucial para fornecer suporte clínico eficaz. Ross enfatiza a importância do acompanhamento diário para identificar os sintomas específicos que impulsionam os pensamentos suicidas. Ao monitorar de perto o ciclo menstrual e seus fatores de risco associados, os profissionais de saúde podem intervir adequadamente e oferecer as intervenções apropriadas.

Também é crucial conscientizar as meninas jovens ou indivíduos que menstruam durante a adolescência ou o início da puberdade. Ao educá-los sobre esses padrões desde cedo, podemos capacitá-los a reconhecer e abordar quaisquer riscos potenciais para sua saúde mental.

Lembre-se, se você ou alguém que você conhece está lutando com pensamentos suicidas, é essencial buscar ajuda e suporte. Entre em contato com a Linha Nacional de Prevenção ao Suicídio e Crise pelo número 988, onde profissionais treinados estão disponíveis para fornecer assistência. Você não precisa enfrentar isso sozinho; o suporte está a apenas uma ligação ou mensagem de texto de distância.

Perguntas frequentes:

1. No que o recente estudo da Universidade de Illinois Chicago se concentrou?
O estudo se concentrou na influência dos ciclos menstruais no risco diário de suicídio, especificamente analisando a correlação entre ideação suicida e o ciclo menstrual.

2. O que o estudo encontrou em relação ao momento dos pensamentos e comportamentos suicidas durante o ciclo menstrual?
O estudo constatou que tanto a ideação suicida quanto o planejamento atingiram o ápice nos dias anteriores e nos primeiros dias de sangramento menstrual.

3. O que o estudo sugeriu como causa dessas flutuações nos pensamentos e comportamentos suicidas?
Contrariando a crença popular, o estudo não atribuiu essas flutuações a níveis hormonais altos ou baixos. Em vez disso, sugere que certas pessoas possuem cérebros especialmente sensíveis a mudanças agudas na progesterona e no estrogênio.

4. Como os profissionais de saúde podem fornecer suporte clínico eficaz com base nesses resultados?
Compreender os perfis de risco individuais por meio do acompanhamento diário é crucial. Ao monitorar de perto o ciclo menstrual e seus fatores de risco associados, os profissionais de saúde podem intervir adequadamente e oferecer intervenções apropriadas.

5. Qual é a importância de conscientizar as meninas jovens ou pessoas que menstruam durante a adolescência ou o início da puberdade?
Conscientizar sobre os padrões entre ciclos menstruais e saúde mental pode capacitar os jovens a reconhecer e abordar possíveis riscos para seu bem-estar mental.

Definições:

– Ciclo menstrual: O processo recorrente nas mulheres de maturação e liberação de um óvulo, bem como o espessamento do revestimento uterino em preparação para a gravidez e sua subsequente eliminação se a gravidez não ocorrer.

– Ideação suicida: Pensamentos ou preocupações com suicídio, frequentemente incluindo planos específicos ou métodos.

– Comportamentos suicidas: Ações ou comportamentos que indicam a intenção de uma pessoa de se prejudicar, com potencial para resultar em morte.

– Progesterona: Um hormônio que desempenha um papel vital na regulação do ciclo menstrual e no preparo do útero para a gravidez.

– Estrogênio: Um grupo de hormônios que desempenham um papel fundamental no desenvolvimento e regulação do sistema reprodutivo feminino e características sexuais secundárias.

Links sugeridos relacionados:

– Instituto Nacional de Saúde Mental – Prevenção do Suicídio

– Linha de Texto de Crise

– Organização Mundial da Saúde – Prevenção do Suicídio

All Rights Reserved 2021
| .
Privacy policy
Contact