New Study Shows No Adverse Effects of Vaping Nicotine During Pregnancy

Novo Estudo Mostra que Vaping de Nicotina Durante a Gravidez não Tem Efeitos Adversos

Um estudo recente publicado no periódico Addiction trouxe insights sobre os efeitos do vaping de nicotina durante a gravidez. Ao contrário de pesquisas anteriores, este estudo sugere que o vaping de nicotina durante a gravidez não tem efeitos adversos tanto para as mães quanto para seus bebês.

Os pesquisadores recrutaram aproximadamente 1.100 gestantes da Inglaterra e Escócia que eram fumantes diárias e buscavam ajuda para parar de fumar. As participantes fumaram cigarros durante o primeiro trimestre e, em seguida, receberam e-cigarros e adesivos de Nicorette – um produto de reposição de nicotina usado para ajudar as pessoas a parar de fumar.

O estudo categorizou as participantes com base em seu comportamento declarado em relação ao tabagismo durante a gravidez: aquelas que pararam de fumar completamente, aquelas que reduziram o consumo de cigarros em pelo menos 50% e aquelas que usaram produtos de nicotina enquanto continuavam a fumar cigarros.

Os resultados revelaram que as mulheres que utilizaram produtos de nicotina durante os dois últimos trimestres da gravidez não apresentaram diferenças significativas em comparação com aquelas que não consumiram nicotina. Além disso, as pessoas que utilizaram produtos de reposição de nicotina tiveram uma redução de 38% nos níveis de cotinina, um alcaloide encontrado no tabaco e um biomarcador para exposição ao tabaco. Por outro lado, os usuários duplos que combinaram fumar com vaping apresentaram um aumento de até 19% nos níveis de cotinina, enquanto os redutores tiveram um aumento de 10% independentemente do uso de produtos de nicotina.

Em relação ao peso ao nascer, os bebês de mães que utilizaram produtos de reposição de nicotina tiveram pesos maiores do que aqueles de mães fumantes. No entanto, os pesos ao nascer não diferiram dos bebês cujas mães não utilizaram nenhuma forma de nicotina.

Embora o estudo tenha trazido informações valiosas, alguns especialistas apontam limitações. O estudo não acompanhou os desfechos de saúde a longo prazo dos bebês, e amostras de saliva foram obtidas apenas de menos da metade das participantes, com os demais dados baseando-se em autorrelatos. Além disso, a ausência de um grupo de controle enfraquece a força do estudo.

Embora a pesquisa apresente resultados encorajadores em relação à redução nos níveis de cotinina e aos potenciais benefícios do vaping de nicotina durante a gravidez para a cessação do tabagismo, os especialistas alertam que evidências mais abrangentes são necessárias. Portanto, as gestantes devem interpretar esses achados com cautela, pois o uso de nicotina durante a gravidez ainda pode levar a consequências negativas para a saúde.

Perguntas frequentes:

P: O que o estudo recente sobre o vaping de nicotina durante a gravidez sugere?
R: O estudo sugere que o vaping de nicotina durante a gravidez não tem efeitos adversos tanto para as mães quanto para seus bebês.

P: Quantas gestantes participaram do estudo?
R: Cerca de 1.100 gestantes da Inglaterra e Escócia participaram do estudo.

P: O que as participantes fizeram durante o primeiro trimestre?
R: As participantes fumaram cigarros durante o primeiro trimestre.

P: O que foi fornecido às participantes após o primeiro trimestre?
R: Após o primeiro trimestre, as participantes receberam e-cigarros e adesivos de Nicorette.

P: Como as participantes foram categorizadas no estudo?
R: As participantes foram categorizadas com base em seu comportamento declarado em relação ao tabagismo durante a gravidez: aquelas que pararam de fumar completamente, aquelas que reduziram o consumo de cigarros em pelo menos 50% e aquelas que usaram produtos de nicotina enquanto continuavam a fumar cigarros.

P: Quais foram os resultados em relação às mulheres que usaram produtos de nicotina nos dois últimos trimestres da gravidez?
R: As mulheres que usaram produtos de nicotina nos dois últimos trimestres da gravidez não apresentaram diferenças significativas em comparação com aquelas que não consumiram nicotina.

P: O que é cotinina?
R: Cotinina é um alcaloide encontrado no tabaco e é um biomarcador para exposição ao tabaco.

P: Quais foram as mudanças nos níveis de cotinina observadas no estudo?
R: As pessoas que utilizaram produtos de reposição de nicotina tiveram uma redução de 38% nos níveis de cotinina. Os usuários duplos que combinaram fumar com vaping apresentaram um aumento de até 19% nos níveis de cotinina, enquanto os redutores tiveram um aumento de 10% independentemente do uso de produtos de nicotina.

P: O que foi observado em relação ao peso ao nascer?
R: Os bebês de mães que utilizaram produtos de reposição de nicotina tiveram pesos maiores do que aqueles de mães fumantes. No entanto, os pesos ao nascer não diferiram dos bebês cujas mães não utilizaram nenhuma forma de nicotina.

P: Quais são algumas limitações do estudo?
R: O estudo não acompanhou os desfechos de saúde a longo prazo dos bebês, e amostras de saliva foram obtidas apenas de menos da metade das participantes. Além disso, a ausência de um grupo de controle enfraquece a força do estudo.

Definições:

– Vaping: Inalar e exalar o aerossol produzido por um e-cigarro ou dispositivo semelhante.
– Nicotina: Uma substância altamente viciante encontrada em produtos de tabaco que estimula o sistema nervoso central.

Links Relacionados:
– Addiction Journal
– NHS Smokefree – Ajuda e conselhos durante a gravidez

All Rights Reserved 2021
| .
Privacy policy
Contact