New Study Shows Alarming Number of Family Physicians Contemplating Leaving Alberta’s Health-Care System

Novo Estudo Mostra Número Alarmante de Médicos de Família Contemplando Deixar o Sistema de Saúde de Alberta

Um estudo recente publicado pela ThinkHQ revelou que uma maioria significativa de médicos de família em Alberta está considerando deixar o sistema de saúde. O relatório, encomendado pela Associação Médica de Alberta (AMA), descobriu que mais de 60% dos médicos de família pesquisados expressaram a intenção de buscar alternativas para suas práticas atuais.

A principal preocupação expressa pelos médicos pesquisados está centrada na viabilidade financeira de suas práticas, com aproximadamente 91% expressando preocupação a esse respeito. Mais da metade dos entrevistados, totalizando 52%, afirmaram estar altamente preocupados com a sustentabilidade financeira de suas práticas. Além disso, impressionantes 57% caracterizaram a saúde financeira atual de suas práticas médicas como “pobre”, enquanto apenas 8% relataram que suas práticas apresentavam um desempenho financeiro satisfatório. Além disso, 20% dos médicos de família acreditavam que suas práticas não seriam financeiramente viáveis nos próximos seis meses.

O relatório destacou que as dificuldades financeiras eram mais comuns entre os médicos cujas práticas eram parcial ou totalmente baseadas na comunidade, ou seja, que não estavam integradas aos Serviços de Saúde de Alberta. Isso, por sua vez, levou aproximadamente 61% dos médicos de família a considerar deixar o sistema de saúde de Alberta. Dos que estão considerando sair, 38% estão contemplando a aposentadoria antecipada, especialmente entre os médicos com mais de 25 anos de prática. O relatório também revelou que 48% dos médicos mais jovens, com menos de dez anos de prática, estão pensando em se mudar para fora de Alberta.

O presidente da AMA, Dr. Paul Parks, alertou que essas descobertas são indicativas de um problema maior em todo o sistema de saúde. O Dr. Parks enfatizou a importância de abordar a atenção primária como base para melhorias gerais nos cuidados agudos, cuidados contínuos, saúde mental e tratamento de vícios.

O número alarmante de médicos de família considerando deixar o sistema de saúde surge depois que um relatório anterior revelou um aumento significativo no número de Albertans que precisam de um médico de família. Entre abril de 2022 e março de 2023, 923.542 pessoas visitaram o site Alberta Find a Doctor, um aumento de 29% em comparação com o ano anterior. Essa demanda crescente por médicos de família ocorre em conjunto com uma queda no número de médicos em Alberta que estão aceitando novos pacientes.

A AMA propôs ao governo de Alberta um novo modelo de compensação na esperança de encontrar uma solução para a situação atual. Ao adotar um modelo de atendimento abrangente baseado em painéis, semelhante aos implementados em outras províncias, a AMA acredita que melhorias na atenção primária podem ser alcançadas. Se o governo não implementar essas mudanças, as consequências serão graves, levando a hospitais lotados e acesso limitado aos cuidados para os albertanos.

A Ministra da Saúde de Alberta, LaGrange, respondeu às preocupações levantadas no relatório, reconhecendo os desafios enfrentados pelo sistema de saúde e expressando o compromisso do governo em resolvê-los. No entanto, a urgência da situação exige uma ação imediata para evitar a deterioração ainda maior do sistema de saúde de Alberta.

Seção de Perguntas Frequentes:

1. Qual é a principal preocupação expressa pelos médicos de família em Alberta?
A principal preocupação expressa pelos médicos de família em Alberta é a viabilidade financeira de suas práticas. Aproximadamente 91% dos médicos pesquisados expressaram preocupação com a sustentabilidade financeira de suas práticas.

2. Quantos médicos de família estão considerando deixar o sistema de saúde de Alberta?
De acordo com o relatório, aproximadamente 61% dos médicos de família em Alberta estão considerando deixar o sistema de saúde.

3. Que porcentagem de médicos de família acredita que suas práticas não serão financeiramente viáveis nos próximos seis meses?
O relatório constatou que 20% dos médicos de família acreditam que suas práticas não serão financeiramente viáveis nos próximos seis meses.

4. Quais são as soluções propostas pela Associação Médica de Alberta (AMA) para a situação atual?
A AMA propôs um novo modelo de compensação ao governo de Alberta. Eles sugerem a adoção de um modelo abrangente de cuidados baseado em painéis usado em outras províncias para melhorar o atendimento primário e solucionar os desafios enfrentados pelos médicos de família.

5. Como a Ministra da Saúde de Alberta está respondendo às preocupações levantadas no relatório?
A Ministra da Saúde de Alberta, LaGrange, respondeu às preocupações levantadas no relatório. Embora reconheça os desafios, o governo expressa o compromisso em enfrentar os problemas enfrentados pelo sistema de saúde em Alberta.

Definições:

– Associação Médica de Alberta (AMA): uma associação profissional que representa os médicos de Alberta e defende a profissão médica.

– Serviços de Saúde de Alberta: a organização provincial responsável pela prestação de serviços de saúde aos albertanos.

– Atenção primária: o primeiro ponto de contato para indivíduos dentro do sistema de saúde, normalmente fornecido por médicos de família e clínicos gerais.

– Modelo de compensação: um sistema que determina como os médicos são remunerados por seus serviços.

Links Relacionados Sugeridos:

– Associação Médica de Alberta (AMA)
– Sistema de Saúde em Alberta

All Rights Reserved 2021
| .
Privacy policy
Contact