Women with Endometriosis Face Challenges in Obtaining Adequate Healthcare

Mulheres com Endometriose Enfrentam Desafios na Obtenção de Assistência Médica Adequada

Um novo estudo realizado por acadêmicos da Universidade Metropolitana de Manchester revela as dificuldades enfrentadas por mulheres com endometriose na obtenção de assistência médica adequada. A pesquisa destaca as atitudes negligentes e muitas vezes prejudiciais dos profissionais de saúde em relação às mulheres com essa condição. Muitas pacientes relataram sentir-se “gaslighted” por médicos que não compreendiam nem tinham empatia por seus sintomas.

O estudo, que examinou as experiências de 33 pacientes, identificou uma crença prevalente entre os médicos de que as mulheres estavam exagerando ou imaginando sua dor. Os participantes relataram ter sido informados de que seus sintomas estavam “apenas em suas cabeças” ou que eram de natureza psicológica. A pesquisa também revelou uma drástica falta de conhecimento e treinamento entre os médicos quando se tratava de diagnosticar e tratar a endometriose.

As consequências dessas atitudes negligentes são significativas. As mulheres frequentemente suportam anos de dor excruciante antes de receberem um diagnóstico adequado, o que causa sentimentos de raiva, frustração e impotência. Muitas participantes optaram por não buscar mais cuidados devido à forma como foram tratadas pelos profissionais de saúde. Além disso, o estudo destaca um sistema de saúde que não atende às necessidades específicas das mulheres que vivem em áreas rurais. Pacientes em locais rurais relataram ter que viajar por horas para ter acesso a especialistas treinados no tratamento da endometriose.

Os resultados desta pesquisa apontam para uma necessidade urgente de mudança na forma como os profissionais de saúde abordam e compreendem a dor das mulheres. A Dra. Jasmine Hearn, autora principal do artigo, destaca a importância de acreditar e levar a sério as experiências das mulheres com endometriose. Existe uma profunda necessidade de melhorias no treinamento e de uma maior empatia dentro da comunidade médica para garantir que as mulheres recebam o cuidado que merecem.

Embora atualmente não haja uma cura definitiva para a endometriose, o estudo ressalta o papel crítico do diagnóstico precoce e do manejo adequado na melhoria da qualidade de vida das pacientes. A implementação de clínicas especializadas em saúde pélvica, conforme prometido pelo NHS England, é um passo crucial para fornecer um melhor suporte às mulheres que sofrem com essa condição.

Em última análise, é vital que os profissionais de saúde reconheçam a validade das experiências das mulheres e trabalhem no desenvolvimento de uma abordagem abrangente para enfrentar a endometriose. Somente assim o sistema de saúde poderá atender adequadamente às necessidades das afetadas e oferecer o suporte e tratamento necessários.

Perguntas Frequentes (FAQ)

All Rights Reserved 2021
| .
Privacy policy
Contact