Sleeping with Screens Increases Risk of Heart Disease and Diabetes

Dormir com telas aumenta o risco de doenças cardíacas e diabetes

Um padrão de sono adequado é crucial para nossa saúde e bem-estar geral. A falta de sono pode perturbar nosso funcionamento normal e até causar problemas de saúde. No entanto, não é apenas a quantidade e qualidade do sono que importam; a forma como dormimos também tem um impacto.

Um estudo recente publicado nos Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS) revelou um hábito comum antes de dormir que pode deixá-lo vulnerável a complicações graves. Adormecer em frente às telas, como a TV, laptop ou telefone, pode aumentar o risco de doenças cardíacas e diabetes.

Pesquisadores da Universidade Northwestern, em Chicago, descobriram que a exposição à iluminação ambiente, incluindo a luz emitida por essas telas, pode prejudicar a função cardiovascular e aumentar a resistência à insulina na manhã seguinte. Isso eleva os fatores de risco para doenças cardíacas, diabetes e síndrome metabólica.

O estudo enfatiza a importância de evitar ou minimizar a exposição à luz durante o sono. Ele recomenda manter as cortinas ou persianas totalmente fechadas à noite e até mesmo investir em cortinas com blackout, se necessário. Desligar todas as luzes e usar uma máscara de dormir também são recomendados.

Dormir com luz acesa não apenas perturba o sono, mas também aumenta a frequência cardíaca e a alerta. A pesquisa mostra que, mesmo em um quarto moderadamente iluminado, o sistema nervoso autônomo permanece ativado durante o sono, o que é prejudicial à saúde.

Para reduzir a exposição à luz durante a noite, o estudo sugere as seguintes medidas:

1. Desligue as luzes: Evite deixar as luzes acesas enquanto dorme. Se necessário, use uma luz fraca mais próxima ao chão por questões de segurança.

2. Evite luz branca ou azul: A cor desempenha um papel crucial na estimulação da luz. Opte por luzes âmbar, vermelhas ou laranjas, pois são menos estimulantes para o cérebro. Mantenha a luz o mais distante possível de você durante o sono.

3. Proteja-se da luz externa: Use cortinas de blackout ou máscaras de dormir para bloquear a luz externa. Também é recomendado posicionar sua cama de forma a impedir que a luz externa incida em seu rosto.

Estudos anteriores também mostraram resultados semelhantes. Um estudo envolvendo mais de 40.000 mulheres descobriu que adormecer com a televisão ligada aumentava o risco de ganho de peso, obesidade e condições de saúde relacionadas, como doenças cardíacas e diabetes.

Em conclusão, evitar a exposição à luz ambiente, especialmente das telas, é crucial para manter a saúde cardiovascular e reduzir o risco de doenças cardíacas, diabetes e síndrome metabólica. Implementar essas recomendações pode melhorar significativamente a qualidade e o impacto do sono na saúde geral.

Perguntas Frequentes:

1. Qual é o impacto de adormecer em frente às telas?
Adormecer em frente às telas, como a TV, laptop ou telefone, pode aumentar o risco de doenças cardíacas e diabetes. A exposição à iluminação ambiente, incluindo a luz emitida por essas telas, pode prejudicar a função cardiovascular e aumentar a resistência à insulina.

2. Como a exposição à iluminação ambiente pode afetar nossa saúde?
A exposição à iluminação ambiente durante o sono pode aumentar os fatores de risco para doenças cardíacas, diabetes e síndrome metabólica. Isso é prejudicial à saúde cardiovascular e pode perturbar o funcionamento normal.

3. Quais são algumas recomendações para reduzir a exposição à luz durante a noite?
Para reduzir a exposição à luz durante a noite, é recomendado desligar todas as luzes, evitar luz branca ou azul e optar por luzes âmbar, vermelhas ou laranjas, manter a luz o mais distante possível durante o sono, usar cortinas de blackout ou máscaras de dormir para bloquear a luz externa e posicionar a cama de forma que impeça a luz externa de incidir no rosto.

4. Quais são os riscos de dormir com a luz acesa?
Dormir com a luz acesa não apenas perturba o sono, mas também aumenta a frequência cardíaca e a alerta. Mesmo em um quarto moderadamente iluminado, o sistema nervoso autônomo permanece ativado durante o sono, o que é prejudicial à saúde.

5. O que estudos anteriores mostraram sobre adormecer com telas ligadas?
Estudos anteriores mostraram que adormecer com telas ligadas, como a televisão, aumenta o risco de ganho de peso, obesidade e condições de saúde relacionadas, como doenças cardíacas e diabetes.

Termos-Chave:
– Resistência à insulina: Uma condição em que as células do corpo se tornam resistentes aos efeitos da insulina, resultando em níveis elevados de açúcar no sangue.
– Síndrome metabólica: Um conjunto de condições que ocorrem juntas, incluindo pressão alta, açúcar elevado no sangue, excesso de gordura corporal ao redor da cintura e níveis anormais de colesterol. Isso aumenta o risco de doenças cardíacas, derrame e diabetes.

Links Relacionados Sugeridos:
– Universidade Northwestern
– Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS)

All Rights Reserved 2021
| .
Privacy policy
Contact